<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1298863600466566&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

Marcelo Piragibe aborda em artigo como equilibrar influência e independência na formação judiciária

por Renata Brandão, em 20/02/2017 11:52:01

Como conduzir cursos e disciplinas de maneira isenta, sem que possa haver algum viés ideológico? Essa questão, comum a diversas áreas profissionais, também tem merecido atenção por parte das instituições formadoras da magistratura.

O tema é tratado pelo diretor-presidente da Escola Nacional da Magistratura (ENM), da AMB, Marcelo Piragibe, no artigo “Equilíbrio entre influência e independência na formação Judiciária”, publicado pela Revista Amagis Jurídica nº 13, Volume II, editada pela Associação dos Magistrados Mineiros.

O trabalho traz uma análise dos modelos de atualização e qualificação existentes, estilos de treinamento e de aprendizagem, bem como as normatizações internacionais sobre o assunto, além de sugestões de abordagens pedagógicas para a formação de magistrados.

Leia aqui a íntegra do artigo.

Tópicos:EscolaRegistros da SemanaENM - APP

Comentários

Sobre essa página

Este é o local oficial de divulgação de informações e publicações da Escola Nacional da Magistratura. Inscreva-se abaixo e faça parte deste grupo exclusivo.

Mais...

Faça parte. Inscreva-se e receba em seu email.